Publicado por: Eliania Silva | domingo abril 3, 2016

Eu vou ficar bom?

Recebo constantemente varias perguntas e comentários no blog, mas a pegunta mais frequente é: eu vou ficar bom?

Muitas vezes eu não respondo essas perguntas por receio de ser insensível ou dar falsas esperanças a quem me procura.

Hoje, ainda que correndo os riscos citados acima, resolvi fazer esse post e assim tentar sanar as dúvidas de alguns leitores.

A primeira dúvida que surgiu foi como responder se alguém vai ficar bom?

Para entrar nesse tema precisamos saber o que significa “ficar bom”.

Ficar bom é voltar a realizar as tarefas de antes, como andar, correr…? É ser capaz de fazer suas atividades diárias como banhar, comer… sem necessitar de ajuda de outros para isso? É sair do leito do hospital e ir pra casa?

Cada pessoa terá sua definição do que significa ‘ficar bom’ de acordo com sua própria experiência, até mesmo para os profissionais existe uma diferença entre o “ficar bom”. Para um médico pode ser uma cirurgia feita sem intercorrências e que em seguida seu paciente teve alta, para a Terapia Ocupacional isso é apenas uma parte, e esse paciente ficará bom quando ele for capaz de realizar suas atividades diárias de forma autônoma,seja sozinho com com o uso de alguma órtese ou tecnologia assistiva…

Para muitas pessoas, “ficar bom” significa recuperar todas as funções como antes do acidente, da cirurgia…Para outras pessoas, “ficar bom” pode ser visto de outra forma, alguém que era independente (mesmo que não andasse) e tornou-se dependente por algum motivo, verá o “ficar bom” como voltando a ser independente ou ao menos semi-independente, pois para muitos, pior que não conseguir andar é ter que ir ao banheiro com ajuda de terceiros, ter que comer pela mão de outro.

Então, como profissional lhe digo: ninguém melhor do que a equipe que lhe acompanha para dizer quais as reais condições de você ou seu ente querido ficar bom, muitas vezes nem mesmo essa equipe conseguirá lhe dar essa resposta tão almejada, algumas vezes tudo que os profissionais podem dizer são probabilidades e possibilidades, comparando com outros casos já vistos,

Não posso deixar de dizer também que deve haver empenho do paciente no tratamento porque a determinação, a paciência e o otimismo ajudam muito.

E ainda, se você não vê nenhum resultado com a equipe que lhe acompanha busque uma segunda opinião, procure, peça indicações de bons profissionais com amigos ou mesmo com profissionais de outra especialidade.

Como pessoa que crer, que tem esperança e otimismo até o ultimo minuto, não considero as coisas de forma absoluta e imutável, existem exceções até mesmo para os casos mais graves.

Se não for o seu caso, repense. O que é melhor: Viver uma vida de amargura por não conseguir mais mexer um dedo ou tentar se adaptar para usar os demais que foram salvos?

Essa capacidade de superação e de adaptação não vem de uma hora para outra, leva tempo e grande esforço, por isso é tão importante o acompanhamento de uma equipe, além do médico e do fisioterapeuta, inclua o psicologo e o terapeuta ocupacional ou algum outro que se faça necessário, para lhe possibilitar uma vida funcional e independência física e emocional.

Muitas vezes nem o próprio médico indica os profissionais necessários, só lembra do fisioterapeuta quando é uma lesão física e do psicologo quando é um acometimento mental, nesses casos quem sai perdendo é o paciente porque um profissional não substitui o outro, trabalham de forma complementar.

Se o texto não era bem o que você desejava ler, eu só posso dizer que mais do que isso seria imprudência de minha parte ou mesmo arrogância.

Lhes desejo muita saúde, força, fé e superação.

Eliania P Silva

Anúncios

Responses

  1. Tens razão Dra , estar bom tem muitas definições . No meu caso comparando que eu iria ficar tetraplégica em menos de 6 meses e removi o tumor mesmo a tempo , com muita força de vontade, hoje estou recuperada , mas do nada as vezes tenho dores tão fortes pelo corpo todo e fico com as pernas presas mal consigo ficar de pé, tenho depressão nestes momentos mesmo sabendo que poderia ter sido pior. Sempre me pergunto será que um dia vou ficar boa ? Ter a vida de antes sem dores , tenho uma pergunta Dra todo mundo que faz uma cirurgia destas também tem dores ?

  2. Boa noite me chamo Denise sofri um acidente de carro a oito meses tudo e muito novo tenho muitas dúvida (sei que dizer para uma pessoa que ela vai ficar boa ou não e muito serio)pois quem sabe e Deus mais profissionalme VC já deve ter visto alguém fica curado ou andar com ajuda de andador ser mais independente ,e muito difícil todo dia e uma luta dive depressão varias vezes gostaria de participa de um grupo de apoio até mesmo para tira minhas dúvida obg.

  3. Boa noite sofri um acidente de carro a oito meses e fiquei paraplégica não tenho sensibilidade faço uso de fralda gostaria de saber se a volta a senti vontade de urina e evacuar com o tempo tudo pra mim e muito novo alguém pode me responder quem já passou por essa situação votaram a senti as pernas gostaria de resposta pois tenho muitas duvidas fiz cirurgia na coluna pois sinto muita pontada e minhas pernas mexe sem eu querer,quando eu passo a mão nas pernas não sinto minha mão , mais sinto o movimento que minha mão esta fazendo , por favor me ajuda a tira as duvidas ainda não estou fazendo fisioterapia moro no RJ mais operei em Paraiba do Sul fica muito complicado o tratamento lá quem pode me ajudar onde fazer um tratamento gratuito no RJ tudo isso e novo pra mim obg

  4. Boa noite sofri um acidente de carro a oito meses e fiquei tetraplégica gostaria de fazer parte desse grupo pois tudo e muito novo, tenho muitas dúvida faço uso de fralda não tenho sensibilidade sera que com tempo isso volta?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: