Publicado por: Eliania Silva | sábado outubro 27, 2012

BRINQUEDO TERAPÊUTICO: RELATO DE EXPERIÊNCIA NO CENTRO CIRÚRGICO INFANTIL DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO NO MARANHÃO

Síntese: Trata-se de um relato de experiência em um hospital universitário do Maranhão, vivenciada pela terapia ocupacional e enfermagem no atendimento de crianças hospitalizadas. Utilizando brinquedos como recurso na preparação para o procedimento cirúrgico.


INTRODUÇÃO

O brincar não deve ser esquecido quando as crianças são hospitalizadas, através dele, a criança transforma sua realidade, ajudando-lhe a enfrentar situações de crise, principalmente durante o perioperatório. O brinquedo entrará nesse preparo como um instrumento facilitador das relações interpessoais e comunicação entre a equipe profissional e a criança. Utilizado como meio terapêutico no jogo simbólico para esclarecer dúvidas, ajudar a criança a superar suas fantasias negativas, diminuindo a ansiedade e o medo, promovendo segurança e conforto. A utilização terapêutica do brinquedo, objetiva aumentar as informações referentes aos procedimentos que serão realizados para que a criança faça uma melhor adesão ao tratamento, amenizar os fatores estressores próprios da hospitalização e atenuar a ambiência hospitalar. Dessa forma, o presente trabalho visa relatar a utilização do brinquedo terapêutico pelo serviço de terapia ocupacional e enfermagem no centro cirúrgico infantil de um hospital universitário do Maranhão.

Banner apresentado na 47ª Reunião Anual da SBPC

 MÉTODOS

Este trabalho é relato de experiência das terapeutas ocupacionais e das enfermeiras no centro cirúrgico infantil de um hospital universitário. O atendimento inicia-se no pré-cirúrgico, após a enfermeira realizar a visita pré-operatória. Em seguida, a terapeuta ocupacional, utilizando-se do brinquedo, orienta crianças e familiares sobre a dinâmica do centro cirúrgico, procedimentos e interfaces da cirurgia. Esta abordagem terapêutica segue ao longo do período de hospitalização e especialmente no dia previsto para realização do procedimento cirúrgico, na sala de recuperação do centro cirúrgico, local onde a criança aguarda o início da cirurgia em companhia do responsável de sua preferência. Nesse ambiente são realizadas atividades lúdicas, expressivas e auto-expressivas com brinquedos, jogos, livros e recursos diversificados, visando amenizar a ambiência e minimizar os fatores estressores do transcirúrgico.

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Verificou-se que a utilização do brinquedo terapêutico no pré-operatório, proporciona benefícios significativos para as crianças, responsáveis e profissionais. Em relação aos benefícios das crianças, foram observadas mudanças consideráveis em seu comportamento relacionados à diminuição da ansiedade, do medo e consequentemente do choro na entrada do centro cirúrgico; aumento da confiança na equipe e adesão ao tratamento, devido à maior compreensão e esclarecimento a cerca dos procedimentos a serem realizados. Já nos responsáveis, observou-se uma satisfação na atenção personalizada a criança, na exposição adicional de informações relacionadas à cirurgia e na dinâmica que envolve todo o processo de tratamento. Para os profissionais essas ações promovem personalização da assistência, facilita a compreensão e a interlocução com a criança, sensibiliza quanto à necessidade de atenção psicossocial na assistência ao cuidado e aumenta as ações de humanização no atendimento nos serviços de saúde pediátrica.

CONCLUSÕES

Este trabalho demonstrou a importância da utilização do brinquedo como meio terapêutico com crianças que serão submetidas à intervenção cirúrgica. Almejamos que essa experiência possa estimular o desenvolvimento de estudos mais específicos, para consolidação dessa intervenção como rotina nos serviços de saúde pediátrica. Sobretudo ao considerar os benefícios alcançados com sua utilização para todos os sujeitos envolvidos no processo.

 

Palavras-Chave :

Criança – Brinquedo Terapêutico – Cirurgia

1Eliania Pereira da Silva – Terapeuta Ocupacional; Fernanda Mendes Pereira – Enfermeira;

2Francynara Cristina Moraes Gurgel de Oliveira Ramos – Terapeuta Ocupacional

1-Residência Multiprofissional em Saúde, Universidade Federal do Maranhão – UFMA

2- Hospital Universitário Materno Infantil – UFMA

 Trabalho apresentado na 64ª SBPC ( Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência )    http://www.sbpcnet.org.br/livro/64ra/resumos/resumos/9559.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: