Publicado por: Eliania Silva | terça-feira outubro 18, 2011

CBTOECLATO 2011 – Minhas impressões

Participei entre os dias 11 e 14 de outubro de 2011 do XII Congresso Brasileiro e IX Congresso Latino-Americano de Terapia Ocupacional.

Compartilho com vocês minhas impressões:

Abertura do congresso

PALESTRAS

O Simpósio Hospitalar foi  bem organizado e levou grandes palestrantes  como De Carlo, Mitre. O interesse do público conseguiu lotar o auditório onde foi realizado.

Foi apresentada a necessidade de aumentarmos o volume de publicações de Terapia Ocupacional, que perdem em número de trabalhos para Fonoaudiologia e de pedidos de bolsa de pesquisa para Educação Física. O palestrante destacou que não ser uma questão da qualidade dos trabalhos, mas do ato de publicar, divulgar, o que enfraquece a profissão.

Falou-se da falta de profissionais assumindo cargos de gestão, embora estudemos administração desde a graduação. Em decorrência disto, somos gerenciados por profissionais de outras áreas que não conhecem, na maioria das vezes, o trabalho que desenvolvemos. É preciso que o terapeuta ocupacional tome a frente de seu trabalho, queira assumir cargos de maior destaque e gestão.

Minicurso Reabilitação de Membros Superiores e Uso de Órteses

Os temas mais abordados foram a Terapia Ocupacional na atenção hospitalar e na reabilitação física. Alguns obtiveram menos destaque como Terapia Ocupacional na educação e na saúde do trabalhador, o que deve ser encarado como ponto de atenção. Para onde estamos direcionando nossos interessses? Quais campos de atuação estão sendo negligenciados? Lembremos que isto favorece a atuação de outros profissionais, o que limita ainda mais nossa profissão.

Considero que houve pouca participação de nossos vizinhos latino-americanos. Ainda assim, posso citar exibição de pôsters, apresentações orais e palestras, como a do terapeuta ocupacional chileno Rodrigo Cubillos Bravo que  falou sobre reabilitação infantil com uso de tecnologia assistiva.

DISCUSSÕES

Alguns temas foram levantados e encaminhamentos foram feitos.

O mais polêmicos de todos referia-se à criação de especialidades. Pude notar que faltou ampliar o debate em algo que modificará profundamente nosso futuro profissional. A plenária apresentou algumas sugestões:

  • Disponibilizar informações no site do COFFITO,  para esclarecer as dúvidas mais comuns;
  • Aumentar o número de especialidades, incluindo terapia ocupacional na educação, tecnologia assistiva e do trabalho;
  • Acabar com a obrigatoriedade da prova;
  • Não impor limite a duas especialidades aos profissionais.

A eleição da ABRATO foi realizada ao final do último dia, quando boa parte dos profissionais já haviam partido. Apenas a chapa Liberdade Ainda Que Tardia concorreu.

Acadêmicos, apoiados por profissionais, levantaram questões como: apesar de serem associados não podem votar. Receberam como resposta que deveriam discutir isso com suas associações pois em 2012, no Congresso Norte-Nordeste em Natal, haverá uma plenária  especifica para tratar da legislação, que poderá alterar esta regra. Questionaram ainda o fato de, ainda hoje, estarmos sob mandato de profissionais de Fisioterapia, que não representam de fato nossos interesses. Houve consenso que já está passando da hora de emanciparmo-nos, porém a grande verdade é que não são os fisioterapeutas que impedem nosso crescimento, mas o fato dos próprios terapeutas ocupacionais não conseguirem conviver em harmonia entre si, não trabalharem em acordo.

INFRA-ESTRUTURA

O evento foi realizado no Centro de Convenções Frei Caneca, na cidade de São Paulo. Como grande centro de negócios, a cidade oferece excelente infra-estrutura hoteleira. Propícia para grandes convenções como esta.

Minha experiência na organização de um simpósio me permite imaginar o quanto é difícil conciliar a agenda dos palestrantes, conseguir patrocínio, lidar com fornecedores. Por isto a comissão organizadora leva méritos e reconhecimento por todo o esforço realizado. Parabéns a todos!

Entretanto, pequenos detalhes não receberam atenção: as palestras foram em dois andares do centro de convenções, pórem o coffee-break foi oferecido em apenas um; houve mal dimensionamento nas palestras de maior audiência, que poderia ser facilmente resolvido com uma consulta prévia pelos interesses dos participantes.

Esperava um pouco mais da organização por ser um evento internacional.

Surgiu até carta de repúdio de um participante porque seu pôster painel foi transformado deliberadamente em apresentação oral.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Minha apresentação sobre acessibilidade

Esse foi meu primeiro congresso de Terapia Ocupacional. Minhas comparações foram feitas com os congressos de Psiquiatria, Pediatria e outros dos quais participei.

Minha grande expectativa foram frustradas uma a uma, seja pelas palestras em sua maioria pouco atrativas, seja pela desorganização ou pelo fato de tudo ser cobrado de forma exorbitante (uma 2ª via do crachá custava R$ 50,00; cada palestra em dvd custava R$ 90,00). Sequer o certificado de participação do congresso foi entregue, devendo ser baixado pelo site. Anais e caderno com resumo dos trabalhos aprovados também não foram disponibilizados.

O texto refere-se a minha opinião, mas qualquer pessoa que andasse pelo congresso não deixava de ouvir dos demais participantes uma opinião parecida.

Valeu a pena ter ido mais pelos certificados que fazem diferença no momento de uma prova de concurso ou de mestrado,  pela a possibilidade de conhecer outros profissionais e pegar contato para troca de experiências, e lógico, para um grande número de pessoas conhecer  mais uma cidade.

E você que tambem participou, quais foram suas impressões? Compartilhe conosco nos comentários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: