Publicado por: Eliania Silva | domingo agosto 10, 2008

AMPUTADOS DE MEMBROS SUPERIORES (MMSS)

HISTÓRICO                     image

As próteses para membros superiores têm registros antigos. O primeiro deles é de 218-201 d. C., quando o general Marcus Sergius perdeu sua mão durante a Segunda Guerra Púnica. Na ocasião foi confeccionada uma mão de aço.

O grande pioneiro na substituição dos mecanismos desenvolvidos durante a Idade Média foi Ambroise Paré, e uma de suas próteses construídas em Paris, em 1550, foi chamada “Le petit Lorrain” e adquiriu importância histórica. Paré, que viveu no século XVI, desenhou e construiu engenhosos aparatos que expressavam seu interesse na reabilitação do amputado. Seus croquis de prótese para o membro superior foram tecnicamente descritos na série “Dix Livres de La Chirurgie,” em 1564.

Em 1818, Peter Baliff, um cirurgião dentista de Berlim, projetou uma prótese para amputação abaixo do cotovelo, acionada por meio de correias. Durante o séc. XIX vários relatos foram feitos em relação às próteses para membros superiores.

Em 1912 foi desenvolvido por D. W. Dorrance o primeiro gancho protético cuja finalidade era melhorar a função do membro amputado. Essa versão ainda é utilizada em virtude de sua simplicidade e durabilidade.

A medicina moderna empenha todos os seus esforços para, por meio do constante aprimoramento das técnicas cirúrgicas, em primeira instância evitar a amputação e, quando esta for inevitável, indicar o nível mais funcional.

CONCEITO

“Amputação é a perda de um membro, ou parte dele, caracterizado pela perda ou comprometimento do osso, do feche neurovascular, do tecido muscular, das funções do membro, das sensações distais, refletindo sobre a imagem corporal e desempenho funcional” (Spencer, 2000).

image

INCIDÊNCIA E ETIOLOGIA

A maioria das amputações resulta de trauma, doença vascular periférica (DVP), doenças vasoespasticas periféricas, infecções crônicas, lesões químicas, térmicas ou elétricas e tumores malignos. A decisão de amputar um MS pode ocorrer em resultado de uma lesão grave ou completa do plexo braquial

As amputações dos membros superiores ocorrem em menor número que as dos membros inferiores, provavelmente por serem estas últimas ocasionadas por grande número de alterações vasculares.

Nas amputações de MMSS, as traumáticas somam 75% do total e ocorrem, principalmente, em homens entre 15 e 45 anos de idade. Os tumores e as doenças vasculares periféricas são responsáveis, em igual proporção, pelo restante das amputações.

Em crianças, os tumores são responsáveis pelo maior número de amputação tanto em membros superiores quanto inferiores.

AMPUTAÇÃO FUNCIONAL

É a amputação necessária, com o objetivo de proporcionar o melhor potencial para a reabilitação e eventual protetização, esta deve ser funcional e dar atenção distinta aos diferentes tecidos.

· Nervos – devem ser seccionados cuidadosamente para permitir que se retraiam e não fiquem aderidos à cicatriz ou a áreas de contato com a prótese.

· Músculos – deve haver sobra suficiente para proporcionar bom controle motor de amputação sobre a prótese.

· Pele – deve permitir sobra suficiente para que não haja tensão no fechamento do coto e para que a cicatriz não fique aderida, em especial a uma eventual espícula óssea.

· Osso – é necessário arredondar e homogeneizar sua extremidade.

· Vasos – devem ser ligados à medida que os músculos forem seccionados.

Níveis de Amputação

clip_image002

ü Desarticulação interescapulotorácica;

ü Desarticulação do ombro;

ü Amputação trasumeral;

ü Desarticulação do cotovelo;

ü Amputação trasmetacarpica;

ü Resseccão de raios;

ü Amputação de dedos;

É imprescindível manter o maior comprimento possível durante a cirurgia, desde que sejam asseguradas as boas condições de cicatrização, com cobertura adequada de pele.

CANDIDATOS AO USO DE PRÓTESE

A idade da pessoa, o estado clínico, o nível de amputação, a cobertura de pele, a condição da pele, o estado cognitivo e o desejo de uma prótese são fatores importantes ao tomar a decisão.

A informação sobre prótese e o programa de reabilitação devem ser providenciados antes da amputação, quando possível porque depois os medicamentos e a ansiedade podem interferir na capacidade da pessoa de processar novas informações. Uma discussão em equipe que inclua o paciente é vital para determinar se será feito uma prescrição para prótese ou não.

.PROBLEMAS MAIS COMUNS RELATIVOS AO COTO DE AMPUTAÇÃO

· Sensação fantasma – os pacientes com amputação adquirida têm alguma forma de sensação fantasma que pode ser definida como experiência não-dolorosa na parte amputada. Essa sensação é máxima num curto período após a amputação, tendo sua intensidade diminuída com o passar do tempo, porém em alguns casos pode persistir por toda vida.

Pode ser difusa ou localizar-se em um determinado território correspondente a um nervo periférico.

· Dor fantasma – Atinge cerca de 5%da população amputada, sendo que alguns autores referem que aproximadamente 75% sentem essa queixa em algum período após a amputação. Pode se usar remédios e técnicas de relaxação para o controle da dor.

· Dor no coto de amputaçãopode ser causada por má distribuição de força no encaixe (socket) da prótese, por pressões excessivas aplicadas sobre tecidos moles ou ainda decorrentes de neuroma doloroso.

· Neuroma doloroso – o tecido seccionado pode formar um neuroma (é uma inflamação de um nervo constituído pelo depósito de células e fibras nervosas na extremidade do nervo amputado gerando dor intensa) que pode tornar-se doloroso se estiver em contato com a pele.

· Alterações dermatológicas – causados por processo alérgico e falta de hidratação.

· Espículas ósseas – (proliferação óssea a partir da manipulação do periósteo na extremidade do coto) formado por coto mal revestido com tecido, quando causador de dor ou resultem em drenagem requerem cirurgia.

FASES DA REABILITAÇÃO

Didaticamente é possível dividir a reabilitação em nove fases:

Ø Pré-operatória – deve ser avaliada a ADM, força muscular; o grau de independência nas AVD, o condicionamento físico, o suporte social e reação do paciente perante a cirurgia. Aqui são fornecidas também, informações sobre a protetização e o processo de reabilitação.

Caso seja uma cirurgia programada, o Terapeuta Ocupacional começa a desenvolver um trabalho a partir desse momento, priorizando o a aspecto psicossocial do paciente e da família.

Ø Cirurgia de amputação funcional – serão verificados o comprimento do coto e os cuidados cirúrgicos para melhor função residual possível.

Ø Pós-operatória imediata – cuidados com a ferida cirúrgica, o controle da dor, a manutenção da ADM proximal e suporte emocional ao paciente e sua família.

Ø Pré-protética – preparação do coto (conificação)- com o ganho de ADM, força muscular, alongamento global e controle motor, métodos e técnicas de dessensibilização e alivio de neuroma doloroso.

Terapeuta ocupacional –  nessa fase que se inicia o papel principal do terapeuta ocupacional ( apesar dele fazer parte desde o inicio do processo, desde a fase pré-operatória),para identificar as condições de colocação imediata ou não da prótese, avaliando primeiramente os aspectos seguintes: forma do coto, condição da cicatriz, amplitude passiva e ativa de movimento, força muscular, presença de espícula óssea, neuroma dolorosos e inicio de exercícios passivos para o ganho ou aumento de amplitude articular e exercício ativo, para fortalecimento de ambos os membros mesmo que a amputação seja unilateral, sendo que o membro que sofreu lesão deve ser fortalecido visando ao suporte e manejo da prótese e o membro intacto para evitar lesões por sobrecarga. Quando necessário, a troca de dominância deve ser iniciada assim como a confecção de adaptações que viabilizem maior independência do paciente nas suas atividades diárias;

Ø Prescrição-protética – é feito após orientação no setor de terapia ocupacional em que o paciente entra em contato visual com a prótese através de fotos e peças. Nesse procedimento de orientação o terapeuta ocupacional também informa ao pacientes e familiares sobre as vantagens e desvantagens da prótese de membro superior.

Ø Treino protético – o terapeuta ocupacional inicia o treinamento funcional realizando o movimento desejado passivamente, quantas vezes forem necessárias, proporcionando ao paciente a propiocepção. O paciente deve sentir, depois agir.

O principal objetivo da Terapia Ocupacional no treino da prótese é a independência nas atividades da vida diária, nas áreas de higiene, alimentação e vestuário do paciente. Retorno a atividade laborativa, compatível com sua limitação e aprendizagem de novas habilidades.

Observação: O Terapeuta Ocupacional deve estimular o amputado a adotar atitudes positivas variadas com respeito a sua prótese, tais como o fato de considerá-la como um melhoramento de sua imagem corporal ou um substituto de sua perda anatômica. Como é importante que o amputado integre a prótese em sua função, deve acostumar-se a considerá-la como parte potencial de si mesmo, tanto do ponto de vista funcional como estético. O amputado deve experimentar uma sensação de êxito e de satisfação depois de cada seção de treino.

Esse inicio de treino é de suma importância e deve ser realizado em um local calmo, longe dos olhares curiosos, pois pode prejudicar o desempenho do paciente, além de constrangê-lo. É normal nessa fase o paciente realizar movimentos exagerados e desajeitados, porém a repetição leva ao aprendizado.

Ø Reintegração na comunidade

Ø Reabilitação vocacional – treinamento específico para eventual mudança de função

Ø Acompanhamento ambulatorial – Verificar o uso da prótese, além de dar condições do uso do coto e dispositivos.

9. TIPOS DE PRÓTESES

Ø Prótese Mecânica – sua fonte de energia é interna, ou seja, o movimento é realizado por propulsão muscular. São as próteses denominadas ativas, acionadas pelo próprio paciente.

clip_image003

Ø Prótese Elétrica – é aquela que pode ser controlada por chave ou sinais mioelétricos. A controlada por chave é acionada pelo contato corporal.

Ø Prótese Mioelétrica – é uma prótese “ativa” que, por meio de eletrodos, capta as contrações musculares, responsáveis pelo acionamento dos componentes.

clip_image004

Ø Prótese Híbrida – utilizam componentes e formas de controle de sistemas que combinam a força mecânica (prótese mecânica) com uma força mioelétrica, resultando em uma prótese mais funcional para o paciente. Indicada para pacientes com amputação acima do cotovelo ou desarticulação deste.

clip_image005

Ø Prótese Estética – pertencem ao grupo de próteses não funcionais, elas estabelecem o aspecto externo, sem proporcionar funções ativas, priorizando apenas o aspecto estético, embora ocasionalmente sirvam para segurar ou apoiar objetos.

clip_image006

MANUTENÇÃO DAS PRÓTESES

De forma geral alguns cuidados devem ser tomados em relação a higiene das próteses e o Terapeuta Ocupacional deve esar atento para prestar todas as informações necessárias, como:

A prótese deve ser limpa diariamente com um pano umedecido com água e sabão neutro, no interior pode se usar álcool;

A correia pode ser removida para ser lavada, desde que seja corretamente ajustada quando recolocada;

Ter cuidado com o uso do gancho em atividades que requeiram seu contato com sujeiras ásperas, pois estas podem danificar seu revestimento interno;

Deve – se ter cuidado para que a luva cosmética não rasgue, pois serve de proteção contra a sujeira, partículas e líquidos que poderão prejudicar seu funcionamento.

A luva não deve ser usada em atividades que envolvam corantes, pois poderá manchar e afetar a estética.

O usuário deve ser orientado a retornar ao protético sempre que algum problema interferir no uso funcional ou estético da prótese.

Os cuidados na fase de reabilitação, os tipos de próteses, como mantê-las, os problemas mais comuns do coto, a escolha, o trabalho com a auto-imagem, a auto-estima, a reinserção social do paciente que se apresenta alterada devido à amputação até o final de todo processo do treinamento para uso correto e manutenção, são trabalhos desenvolvidos pelo T. O. além de tudo que foi citado o Terapeuta Ocupacional ainda vai atuar no dia-a-dia desse paciente buscando auxiliá-lo na sua independência nas AVDS e onde houver necessidade.

About these ads

Responses

  1. Por favor tenho dúvida referente a amputação dedo polegar da mão esquerda.
    É considerado deficiênte físico ????
    Pois caso tenha inscrição para concurso ou vaga para empregos posso fazer para deficiênte físico ou não ?

    • Olha gomes, a comissão que elabora concursos tem alguns critérios para aceitar ou não esse tipo de amputação como deficiência. Tem que ver o edital e em que ele foi baseado, mas geralmente é preciso mais do que a amputação do dedo para ser considerado deficiente físico, ex. se a pessoa é destra e a amputação do dedo foi do lado esquerdo, não vai haver dificuldades maiores no desenvolvimento de seu trabalho. É preciso saber o grau de comprometimento e muitas outras coisas. Procura em um site jurídico, no momento não estou com tempo para fazer essa pesquisa e veja quem está elaborando o concurso que você quer fazer para saber em qual lei ou quais critérios eles se embasarão.
      Sucesso!

  2. Sra. Eliania, achei muito interessante ver em seu site uma cópia fiel do capítulo 2 do livro “Terapia Ocupacional na Reabilitação Física”, edição de 2003, da editora Roca.
    Lendo os comentários de seu blog não pude deixar de observar que “todos os artigos desse blog foram trabalhos apresentados na faculdade e que obtiveram notas máximas”.
    Por favor, coloque as referências e tenha em mente que trabalhos de faculdade não são (ou pelo menos não deveriam ser) cópia direta de livros.
    Abraços

    • Senhor José, infelizmente estou sem tempo para lhe responder de forma detalhada, mas o que posso lhe afirmar é que esse trabalho não é a “cópia fiel”, como o sr afirma, mas tem sim bastante conteúdo da referência que o senhor citou, isso porque gostei da forma clara como o tema foi abordado. Tive como base 4 livros e 2 monografias, infelizmente estou devendo as referências, (no inicio não achava importante até que muitas pessoas me pediram e comecei a aprender as regras para se fazer um bom trabalho (Esse foi meu primeiro trabalho apresentado em sala de aula). Concordo que trabalhos, sejam de faculdade ou não, não devem ser cópias, mas como lhe disse antes esse não é o caso. Outra coisa que percebi ao ler seu comentário é que não sou a única a ler meus comentários, o que me deixa feliz e que me despertou para ter mais atenção às respostas dadas, como o caso que o sr citou “que os artigos são trabalhos de faculdade”, iniciou assim, mas depois, já coloquei outros conteúdos com temas que achei interessante, e vou colocar muitos outros (assim que dispuser de tempo) que eu achar relevante e que não foram apresentados em sala. Sei também que esse blog precisa de mais atenção, organização, porém não posso fazer isso agora, assim que puder o farei.
      Obrigada pelo comentário e desculpe a demora em responder.

  3. Olá Dra Eliania,meu nome é Amanda,tenho 18 anos e estou cursando terapia ocupacional no Instituto federal do Rio de Janeiro.Estou bastante interessada pela área de reabilitação física,queria saber se tem como você me dar uma força para que eu possa pesquisar mais sobre amputações no membro inferior,artigos,sites,depoimentos,atividades.

    Desde jah agradeço…

    • Olá Amanda.
      Ainda não sou doutora, só em julho de 2010. Quanto a ajuda, estou a disposição para te ajudar naquilo que for possível, é só me falar.
      Sucesso na profissão.

  4. Olá Futura Dra. Eliania.
    Gostei muito do seu site/blog, viu? Parabéns pelo trabalho.
    Independente de ser ou não uma cópia do livro (citando o amigo lá de cima) o que define um bom trabalho é a fonte. O que define um bom trabalho é a seleção das fontes e interação entre elas.
    Parabéns de novo.
    Mas a bibliografia está faltando mesmo heim…

  5. Obriagada Eduardo!
    Vou tentar melhorar esse trabalho e colocar as fontes.

  6. Ola.
    Sou amputado bilateral de membros superiores.
    Perdi as duas mãos.
    Onde, no brasil eu conseguiria um para de proteses mioeletrias?
    Tenho 39 anos e não tenho condições de pagar por elas.

    • Olá Carlos!
      Um bom lugar para você procurar é o hospital Sara, eles fornecem próteses para as pessoas que são atendidas lá. Vale a pena procurar.
      O hospital Sara existe em vários locais no Brasil: MA, Brasília, Belém, Belo Horizonte, Fortaleza, Macapá, Rio de Janeiro, …
      A primeira visita é agendada pelo telefone. Difícil você conseguir da primeira vez, mas tenta que você consegue.
      Carlos, espero que lá você consiga e me mantenha informada por favor, assim poderei ajudar outras pessoas que vierem em busca dessa informação.
      Qualquer dúvida é só deixar seu recado, lhe responderei o mais breve possível.

      • Eliana,
        Parabéns por sua página, certamente você será uma colega de grande valor pelo o que trabalho que já começa a realizar.
        Gostaria de colocar duas questões:
        1ª Prótese mioelétrica não costuma ser contemplada pelo serviço público, só tenho conhecimento de um serviço no Rio que dispensou e faz tempo. A rede Sara faz ótimas adaptações, mas também não tenho conhecimento da dispensação das mesmas, o SUS só contempla próteses mecânicas. O INSS é que tem verba própria e pode justificando reabilitar o assegurado com próteses de alta tecnológia.
        2º Temos que divulgar também o trabalho do Terapeuta Ocupacinal no tratamento de amputados de membros inferiores, eu faço esse trabalho aqui no Rio desde 1998, sendo que com próteses de alta tecnologia, tanto membro superior quanto inferior há 6 anos.
        Tem um livro que sua 1ª edição em espanhol é de 1973, eu ganhei esse livro de uma amiga, que tem o nome de Terapeutica Ocupacional autores willard & Spackman, nela eles já falam do papel que temos no tratamento de amputados de membros inferiores, não sei porque meus professores na década de 80 não ensinaram, pois eles certamente estudaram nesse livro.
        Penso que perdemos muitos anos em avançarmos nessa área de atuação, pois tratamos do ser humano como um todo e enão de partes.
        Que tal começar a colocar também esses trabalhos no seu site? Conheço uma terepeuta aqui no Rio que foi estagiária da instituição que trabalho e a monografia dela de fim do curso foi sobre amputados de membros inferores.
        Mais uma vez parabéns e sucesso

      • Drª Rosana!
        Obrigada pelas informações, elas serão muito úteis a todos que procuram respostas neste blog.
        E concordo com você a respeito de sermos capacitadas para trabalharmos os membros inferiores.Também fiz uso do livro de Spackman e recebi as mesma orientações que você. Os professores falavam sempre para deixarmos os membros inferiores para outros profissionais, e nisso nós vamos perdendo espaço. Acho que devemos ser mais ousados e corajosos, ir atrás de novas áreas como nossos colegas das demais especialidades.
        Vai ser um prazer publicar o trabalho de sua colega, aliás, nossa colega terapeuta ocupacional. Peça para que ela me envie. (elianiasq@hotmail.com)
        Obrigada pelo apoio.

  7. terapia ocupacional o melhor curso do brasil.academico de terapia ocupacional

    • É isso ai Giovane! Empolgação!
      E vamos fazer a nossa parte para que todos saibam disso.
      Sucesso na profissão escolhida.

  8. Olá, Eliania! Tudo bem com você?
    Acabei de conhecer seu blog e amei, viu?! Obrigada por se empenhar…
    Gostaria de saber se existe prótese funcional para quem amputou parte da mão esquerda (todos os dedos, restando apenas a falange proximal do polegar).
    Nos sites em que procurei, só encontrei próteses estéticas.
    Desde já agradeço

    • Olá!
      Eu te recomendo o mesmo que recomendei para o Carlos. Procure o hospital Sara.
      Lá eles vão avaliar o melhor procedimento para seu caso.
      Se tiver eles vão lhe falar e podem até te dar.
      Eu só imagino como ficou sua mão, eles poderão lhe falar com mais certeza.
      Mas eu vou fazer uma pesquisa mais aprofundada e qualquer coisa lhe informo.
      Obrigada pelo comentário!
      Saúde!

  9. Olá dra. Eliana!
    Sou uma estudante e estou fazendo uma pesquisa sobre proteses macanicas! Gostaria de saber os principais jeitos de perder membros e também , se as proteses mecanicas são ligadas ao cérebro .
    Obrigada!
    Gabriela

  10. oi meu filho tem 2 meses de vida e nasceu sem o antebraço esquerdo, gostaria de saber com quantos anos pode por protese.

    • Olá Catia!
      Geralmente indica-se o uso de prótese de membros superior (MS) a partir de 1 ano de idade, porque antes disso a prótese pode dificultar o engatinhar.
      Mas o melhor é você procurar um médico especialista na área para realizar uma avaliação da criança e só depois dessa avaliação você terá uma resposta especifica para o caso do seu filho.
      Qualquer dúvida estou a disposição.

  11. tive uma amputação da perna direita ficou muito curto o meu coto, e aonde eu moro não tem fisioterapeuta para esse tipo de caso, gostaria que me ajudasse como fazer exercícios para fortalecer meu coto. Obrigado.

    • Olá D.F.
      Sou terapeuta ocupacional e não fisioterapeuta. Porém, mesmo que eu falasse com algum fisioterapeuta para te passar alguns exercícios, ele não poderia, porque não podemos fazer prescrição de exercícios, dar consultas, reabilitar…por internet. Precisamos fazer uma avaliação, definir o que preisa ser trabalhado primeiro, ver se o exercício está dando certo ou deve ser mudado, fazer um acompanhamento…Infelizmente não posso te ajudar.
      Se tiver um fisioterapeuta mesmo que de outra área ou um terapeuta ocupacional que trabalhe na área de reabilitação, eles poderão fazer uma avaliação em você e lhe indicar alguns exercícios. Caso contrário só você procurando em alguma cidade próxima de você.
      Você está querendo por prótese? Se for, o próprio médico que fará o procedimento poderá lhe encaminhar a uma equipe de reabilitação.
      Obrigada po acessar este blog e sinto não poder lhe ajudar mais.
      Saúde!

  12. EU, SOU MAIS UMA VITIMA DE ACIDENTES DE TRABALHOS NA ÁREA DE PETROLEO. QUERIA UMA DICA OU UMA AJUDA PARA O QUE DEVO FAZER NA MINHA VIDA, SABE EU SÓ ENCONTREI CONFORTO NO MEU CORAÇÃO FOI QUANDO COMECEI A FREQUENTAR UMA IGREJA EVANGELICA, HOJE EU ME CONTRO COM MEU BRAÇO ESQUERDO AMPUTADO A MÃO E 50% DO ANTEBRAÇO. FICO NO AGUARDO DE SUAS RESPOSTAS. PELA ATENÇÃO OBG.

    • Olá F.A.!
      Sinto pelo acontecido a você.
      Que bom você ter encontrado conforto, muitos não conseguem isso e se revoltam com o mundo e com todos ao seu redor, tornando sua vida e daqueles que o amam uma vida de dor e tristeza.
      Você deve ter recebido todos os seus direitos trabalhistas, se não recebeu deve ir atrás.
      Agora é tocar a vida pra frente, buscar uma nova atividade, se for de seu desejo fazer a protetização.
      O mais importante é que você está vivo e pode ser muito feliz ainda que tenha ficado sem um membro.
      Não fique preso no passado, pensando como seria se esse acidente não tivesse acontecido. Viva e tente ser feliz sempre.
      Caso você precise de orientação sobre como conseguir seus direitos trabalhistas devido ao acidente ou sobre protetização, reposição no mercado de trabalho em uma nova função, procure o INSS eles poderão lhe ajudar.
      Estou a disposição para ajudar no que for possível.
      Saúde e paz a você e sua família.

  13. Eliana sou aluna 3 ano de Terapia Ocupacional da faculdade UNIARA,é a primeira vez que passo pelo seu site,gostaria de te dar os parabéns pelo seu trabalho.
    Seu site é maravilhoso e me ajudou muito em algumas duvidas….

    OBRIGADA

    • Andressa,
      Obrigada pelo comentário.
      Para mim é muito prazeroso saber que te ajudei.
      Significa que estou conseguindo atingir o objetivo do blog: divulgar o trabalho da Terapia Ocupacional e ajudar as pessoas com dúvidas.
      Sucesso na profissão e saiba que estou a disposição.

  14. OLA.
    Dr. Eliana….
    Li alguns depoimentos e tambem sou amputado bilateral, já realizei alguns tratamentos pela AACD em SAO PAULO mas, infelismente não pude comprar as próteses mioelétricas pois as mesmas custão 150 mil reais.Tambem já tentei contatos com o hospital SARA mas, não obtive respostas, espero que possa ma ajudar enviando o SITE, ou ENDEREÇO. Desde já agradeço e me pré-desponho para qualquer avaliação ou experimento que possam vir ajudar outras pessoas como eu.

    • Olá Rosivaldo!
      Ter acesso ao Sarah pode ser realmente demorado. O endereço que tenho é o geral : http://www.sarah.br/ e o telefone é da sede do MA 98 32213417.
      Você deve continuar tentando porque compensa.
      SAÚDE!

  15. Olá.

    Sou amputado bilateral dos membros superiores, não tenho as mãos.

    Gostaria de ideias de adaptação para banho e vestuário. Tipo, calça, camisa e sapatos. Me vestir e tomar banho sozinho.

    Grato.

    Carlos Rocha
    (32) 3721 6149

    • Olá Carlos!
      Eu até poderia te enviar algumas sugestões de adaptações, mas quem as produziria, quem iria fazer as medições para ficar bem encaixada em seu braço…tem alguma terapeuta ocupacional onde você mora?
      Existem muitas sugestões de adaptações seja de talher, esponja para banho, enfim, de utensílios para o dia-a-dia disponíveis na internet, porém, é sempre recomendado que um profissional avalie suas capacidades, suas limitações…para então realizar as adaptações necessárias.
      Se você tiver uma chance ou condição procura um profissional que possa te avaliar e orientar de forma correta para que você não faça gastos desnecessários nem sofra com adaptações mal feitas.
      Saúde e obrigada pelo comentário.

      • Pois é. Por aqui até tem mas eles dizem que vão atender e ficam enrolando a gente por aqui.
        Se você me passar um link que contenha adaptações(Ou alguma ideia) para membros superiores. Só para eu ter uma noção eu agradeceria.
        Não achei nada na internet.

  16. Olá.

    amputei o dedo mindinho da mão direita.
    Queria sabe se e considerado deficiente físico .
    beijos.

    • Stefany
      Existem alguns decretos e leis que definem deficiência, elas podem tirar sua dúvida:

      Decreto nº 3.956, de 8 de outubro de 2001. Ambas conceituam deficiência, para fins de proteção legal, como uma limitação física, mental, sensorial ou múltipla, que incapacite a pessoa para o exercício de atividades normais da vida e que, em razão dessa incapacitação, a pessoa tenha dificuldades de inserção social.
      Art. 3º Para os efeitos deste Decreto, considera-se:

      I – deficiência – toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano;

      http://www.mte.gov.br/fisca_trab/inclusao/lei_cotas_2.asp

      Baseado no texto acia, acho que você não pode ser considerada deficiente, o que você acha?
      Saúde !

  17. Parabéns pelo Blog, nossa tirei muitas dúvdas do que eu precisava. Sou Terapêuta Ocupacional (Belém do Pará – Norte do País)e trabalho também com Reabilitação física. Acabei de receber um paciente com amputação de ombro, nossa que desafio. MAs consegui tirar algumas dúvidas importantes no seu Blog, muito obrigada, me envie mais novifdades. Grata

  18. ola eliana quero lhe da os meus parabens por vc esta ajundado as outras pessoas vc e medica com certeza a sua vida finaceira nao e ruim e pelo sua foto vc nao e feia a sua vida amoroza nao deve ser ruim vc poderia ta vivendo sua vida de boa mais vc e diferente tenta ajudar as pessoas pois tem medicos por ai que so quere encher o bolso e dane se os outros .

    • ola Evane!
      Lhe agradeço pelos parabéns.
      É bom saber que estou ajudando outras pessoas através das postagens no blog, mas devo dizer-lhe que: não sou médica, sou terapeuta ocupacional, minha vida financeira é como a da maioria das pessoas muito trabalho para dar conta de pagar as contas e aproveitar as coisas boas da vida, minha vida amorosa tem seus altos e baixos como de todo mundo, mas uma coisa é certa, realmente gosto de ajudar as pessoas e sinto-me feliz em poder faze-lo.
      Sobre os médicos, são como os demais profissionais, alguns pensam apenas em si, mas tem outros que fazem o possível para ajudar as pessoas que precisam deles.
      Sucesso pra você!

      • Olá! Parabéns pelo blog. Meu padrasto teve o polegar direito amputado e como ele e destro gostaria de saber se existe algum tipo de prótese, não encontrei nenhum site a respeito! Muito obrigada! Cristiane

      • Cristiane
        Não tenho conhecimento de uma prótese para substituir o polegar.
        É difícil porque a área para adaptar a prótese é mínima, mas existe uma cirurgia onde se retira o indicador de seu local e o coloca no lugar do polegar.
        Não me recordo o nome dessa cirurgia, mas é interessante já que o polegar é muito mais necessário do que o indicador.
        Espero ter ajudado, qualquer coisa estou a disposição.
        Saúde!

  19. Eliana, muitíssimo obrigada pela atenção e rapidez na resposta. Saúde! Cristiane

  20. oi eliana aqui e a evane de novo gostei muito do jeito que vc me respondeu o meu cometario vc me pareceu ser uma pessoa bem resolvida com se mesma passei a admirar vc mesmo sem te conhecer . mais agora vou falar de um assunto meio chato com vc mais vou falar eu conhecir uma menina e ficamos amigas muito rapido parecia que a gente se conhecia a anos ela e super gente boa mais tem um problema ela sempre viviar com a mao esquerda fechada ai eu com receio eu perguntei porque q ela sempre estava com a mao fechada ai ela comecou a chorar fiquei com muita pena dela pois ela me respondeu e me mostrou a mao dela pois o seu dedo indicador nao tem a falange distal mais tem as outras duas falanges e o dedo medio tem a falange distal mais e torta o que eu percebir q a mao dela nao foi muito afentada na parte funcional mais a parte estetica da mao e emocional dela foi muito afetando ela e muito bonita e muito inteligente eu resolvir escrever para vc me falar se tem alguma cirugia e qual o melhor profissional que poderia ajudar ela ou se ela poderia fazer uma cirugia de trasplante de uma falange de outra pessoa para ela ou ela poderia tirar uma falange do dedo do pe para por na mao esse acidente aconteceu a muitos anos ela disse que nurca tinha conversando com ninguem sobre isso .. isso me comoveu a escrever esse depoimento para vc e qual seria o hospital ou medico especializado nesse problema e qual a sua opiniao sobre qual a melhor saida para ela vou ficar esperando a sua resposta nao querer abusar da sua boa vontade porfavor tente achar uma solucao para a minha amiga pois percebo ela muito triste com esse problema dela pois toda vez q ela toca nesse assunto ela chora muito fico com muito do dela pois ela nao merece se der tente pesquisar uma melhor solucao pra ela vou ficar esperando a sua resposta beijo tenha um bom dia que deus sempre esteja na sua vida e com vc e que ele nurca deixe faltar em vc coragem para ajudar as pessoas e vc seja muito feliz deste ja agradeco vc depois da sua resposta vou conversar com a minha amiga para que ela fique um pouco mais feliz beijo.

    • Olá Evane!
      Conversei com um cirurgião plástico porque pensei que o caso de sua amiga deveria ser encaminhado para um, mas ele me disse que o melhor a ser feito seria procurar um ortopedista especialista em mãos.
      Esse especialista vai avaliar e verificar se existe possibilidade de fazer uma órtese apenas estética já que ela não perdeu a função ou algum outro procedimento mais adequado.
      Não é qualquer profissional que vocês devem procurar e o custo não deve ser tão pequeno, mas existe possibilidade de melhora.
      Acho que um psicólogo também seria muito bom pra ela conseguir superar essa dor pela qual está passando.
      Espero ter ajudado.
      Saúde!

  21. ola dr.eliana voce foi um amor de pessoa por ter me respondido com tanta rapidez e por ter se preocupando em falar com um cirugiao plastico estou te admirando mais ainda estou muito agradecida e tambem estou escrevendo novamente para tirar algumas duvidas e se estou sendo chata me perdoa mais eu so tenho vc a perguntar o que uma ortese e algum material que iria subistituir a falange que ela perdeu e gostaria que vc falasse com mais detalhes sobre outros procedimentos que vc conhecer eu andei pesquisando sobre esse assunto e descobrir que fora do brasil ja aconteceu um trasplante de maos de uma mulher morta para outra mulher que nao tinha a mao e eu fiquei imaginando sera que um ortopedista especialista em maos poderia fazer um trasplante desse so que ele pegaria so as falanges desculpa se eu to enchendo saco mais e porque eu conversar direitinho com ela sabe essas pode ate nao ser importante para nos mais pra ela e diferente pois e o sonho dela e eu quero conversar direito com ela pois eu sei que eu nao posso brincar com o sonho dela nao e querendo te da trabalho mais sera que dava para voce falar com um ortopedista especialista de maos ………..beijoos tente fazer o que eu estou te perdido mais se nao de eu vou enteder que deus esteja sempre na sua vida esperro q vc esteja feliz porque vc e um amor de pessoa e sempre vou ficar escrevendo para vc . …eita eu vou encher o teu saco kkkkkkkkkkkkkkkkk tchal dr .eliana

    • Olá Evane!
      Infelizmente não tenho contato com nenhum especialista em mão, portanto não poderei te ajudar.
      Te recomendo a procurar um em sua cidade ou estado.
      Geralmente o profissional de saúde não fecha um diagnóstico ou indica cirurgia sem avaliar pessoalmente a pessoa, o que serve para um paciente pode não servir para outro.
      Eu sou terapeuta ocupacional sei de algumas coisas no geral sobre essas cirurgias, mas o especialista poderá tirar melhor suas dúvidas, agora quanto a órtese que faz parte de meu trabalho posso te responder:
      Órtese é um dispositivo, um aparelho que serve para auxiliar um membro a realizar sua função, por ex.uma muleta, uma tipóia.
      Não confunda órtese com prótese, a ultima serve para substituir um membro, ex. ganchos ou mão eletrônica que substituirão uma mão que foi amputada.
      Existem diversos tipos de próteses e órteses, com diversas funções e de materiais variados para atender as especificidades de cada paciente, mas pode existir casos que nenhuma deixará o cliente satisfeito e ele optará por ficar sem utilizar.
      Sinto não poder te ajudar mais.
      Espero que você e sua amiga consigam achar o que procuram.
      Saúde!

  22. muitooooo obrigada por todas as informaçoes que voçe me deu pois eu nao sabia que existia um ortopedista especialista em maos mais eu nao vou desintir de ajudar a minha amiga . vc foi um amor de pessoa esperro que voçe nunca abandone o seu blog que vc esteja sempre ajudando as pessoas felicidades estou muito agradecida ………qualquer duvida estarei por aqui de volta ……..so o que me deixa pior e que esse problema mexe muito com o emocional da minha amiga fico com medo de ela nao consiga resolver esse problema e que ela possa fazer uma besteira com ela sinto que ela ta jogando fora a vida dela por causa disso ela e tao intelingente pra outra coisas da vida mais quando e sombre esse assunto ela perde o bom senso e cabeça quantas vezes vir ela perdendo o controle chorando ela nao aceita fico preocupada o que ela pode fazer com ela . estou muita agradecida sei que vc fez o que deu pra fazer. .

  23. oi eliana tudo bem vc continuar com seu lindo trabalho de ajudar as pessoas vc me parece ser uma otima profissional e eu sempre seguindo com as minhas pesquisas descobrir muitas coisas novas . a mae da minha amiga recebeu uma herança de familia e uma quantidande de dinheiro boa ela resolveu gastar esse dinheiro para tentar resolver o problema da larissa andei pesquisando sei que existe a possibilidade de ela fazer trasplante de falange de outra pessoa para a larissa eliana gostaria que vc desse a sua opiniao se a mae da larissa poderia conseguir esse tipo de cirurgia no brasil se vc saber de alguma coisa sobre esse assunto mesmo que seja so pela intenet peço o vc me der o site e se a larissa nao conseguir essa cirurgia no brasil ela vai viajar para os estados unidos eliana na sua opiniao qual a melhor cidade fora do brasil que a larissa poderia resolver o problema dela e se ela nao conseguir nada fora do brasil ela poderar fazer uma cirurgia da trasferencia de falange do dedo do pe para a mao da larissa eliana isso nao iria atrapalhar em alguma coisa o pe da larissa …. eliana se larissa conseguir o trasplante das falanges ela teria que tomar remedios para o corpo nao rejeitar as falanges xero fique com deus beijoos

  24. eliana da sinal de vida meu bem

    • Olá Evane!
      Desculpa a demora, mas chego muito cansada do trabalho e nem sempre acesso, algumas vezes passo até semanas sem entrar no blog devido a falta de tempo.
      Sobre suas perguntas anteriores hoje conversei com dois ortopedistas do local onde trabalho, eles disseram que o melhor lugar para procurar cirurgiões para o tipo de cirurgia que você busca é sul e sudeste.
      Você vai encontrar nos centros de referências cirurgiões que façam a cirurgia de retirada do dedo do pé para a mão, mas para o outro dedo que falta apenas a falange é mais dificil por alguns motivos entre eles é que não há necessidade funcional, se ela ficou com parte do dedo ela vai ter a função preservada, outro motivo é que na cirurgia será necessário ligar artérias e nervos, portanto uma cirurgia delicada.Para o polegar existe necessidade para uma parte da falange não. Enfim, eles deram vários motivos, mas o cirurgião que vocês procurarem é que vai decidir se é possivel, se é necessário…
      Como você pode descobrir um centro de referência: procurando um profissional de sua cidade e pedindo indicação, entrando em site de grandes hospitais e entrando em contato atráves dos números que eles disponibilizam…
      Quanto a função do pé, ela será preservada, vai ser afetada mais a parte estética.
      Por enquanto é só o que sei, espero ter ajudado.
      Boa sorte!

  25. muitooooooooo obrigadaaaaaaaaaaa qualquer duvidas estarei aqui de novo e nao deixe que o seu trabalho pegue muito tempo da sua vida curta mais a vida estou muito enpenhada em ajudar a minha amiga larissa desculpas se eu te faço muitas perguntas pois isso e muito novo pra mim mais me sinto muito bem em ajudar a larissa quero que ela recupere o seu autoestima ela se tornou a familia que eu nao tenho pois ela conversar comigo ela me ouver realmente coisa que eu nao encontro na minha familia percebo que eu estou fazendo a diferença na vida dela e vc de um certo modo tambem faz parte dessa diferença …………..

  26. Olá !!!
    Meu irmão teve que amputar a perna esquerda após acidente de moto.
    Agora estamos esperando a resposta do sus para os próximos passos,
    gostaria de saber o que podemos fazer para agilizar a colocação da protese?
    quais passos devemos seguir?…..colocação de faixa de compressão?etc…

  27. oi, eliana estou escrevendo novamente para vc pois aconteceu um fato na vida da larissa. eu e ela estamos com muitas duvidas pois ela e eu estudamos juntas fazia o 3 ano do ensino medio eu fiz vestibular para psicologia e a larissa para medicina e ela e muito inteligente e passou so que a nossa duvida e se ela pode fazer o curso e ser medica e ter o crm tudo direitinho pois vc sabe que ela nao tem a falange do dedo indicador e do dedo medio da mao esquerda ela vai colocar proteses esteticas mas ela nao e canhota faz tudo com a mao direita ela falou que se for preciso ela passar por pericias e tal ela disse que se for preciso fazer tudo isso ela vai desintir do curso de medicina pois esse assunto machuca muito ela ..eliana fala a tua opiniao sera que ela tem o direito de fazer o curso e ter o crm dela tudo direitinho pois o problema dela e so a estetica da mao que com as porteses vai melhora e a parte funcional da mao dela nao foi afetada me diga os passos que ela deve tomar , ela e obrigada a falar sobre isso para a direçao da faculdade ou esse problema vai atrapalhar ela a fazer o curso ela falou se ter realmente certo ela fazer o curso ela vai fazer residencia medica em dermatologia.eliana vc ta entendedo as minhas duvidas ..

    • Ola Evane!
      Ela pode fazer o curso que escolheu sim.
      Pode haver algumas limitações como no estágio em cirurgia onde ela vai precisar de muita habilidade e precisão, em relação a área que ela vai escolher para atuar quando profissional, mas nada a impede de se tornar uma excelente médica.
      Tudo será resolvido entre ela, a coordenação e o professor e em último caso um bom advogado.
      Em relação à dominância da mão, um terapeuta ocupacional pode auxilia-la a trocar de dominância e assim ela poderá realizar as tarefas com a outra mão.
      Espero ter ajudado.
      Sucesso para as duas!

  28. obrigada linda , eu nao conseguir entender direito o ultimo paragrafo do seu comentario a larissa faz tudo com a mao direita e o problema dela e na mao esquerda voçe poderia explicar melhor seu comentario teria que ir a uma terapeuta ocupacional para mudar a funcao da mao esquerda e ? pois eu tambem so faço as coisas com a mao direita pois mesmo eu nao tendo nenhum problema na mao esquerda eu nao tenho habilidade com ela … a larissa poderia ter problemas se ela escolher a opçao de cirurgia geral e ela nao quer essa residencia medica ou na faculdade de medicina e obrigada a fazer estagios em ciruugias ..tente me passar mais detalhes …obrigadaaaaaaaaaa fico grata …vc andou sumida do seu blog estava viajando era ? ou muito trabalho mesmo …xero.

    • Oi Evane!
      Desculpa a demora.
      Se sua amiga é destra e a mão que foi acidentada é a esquerda não existe necessidade de mudança da dominância como eu havia falado.
      Está tudo certo. Ela vai ficar bem.

  29. todo dia eu olho o seu blog , eu estou ansiosa para sua resposta pois o curso da larissa vai iniciar em agosto . beijooos

  30. Olá! O meu nome é Isabel sou portuguesa e tive um bebé a 4 meses que nasceu sem a sua mãozinha direita, ando a procura de uma solução para ela porque eu gostava que ele conseguisse ter o máximo de mobilidade com a mão. A minha questão é se valerá a pena começar desde pequenino a ter uma prótese eléctrica ou bionica ou do género e se conhece algum contacto onde encontra-las para um tamanho infantil. A medica do meu bebe disse-me para comprar um bracinho de um boneco e adapta-lo, só que eu acho que além de inestético é muito pesado e está sempre a cair. Será que existe uma outra solução? Preciso muito de ajuda porque estou a ficar muito desanimada. Obrigada!!

    • Olá Isabel!
      Não sei se vale a pena colocar uma prótese tão cedo, seria necessário avaliar sua criança.
      Participei de um curso sobre casos semelhantes e o que vi nos videos foi que as crianças conseguem se adaptar muito bem as situações, só em alguns casos eram necessários as próteses e isso quando eles estavam maiores porque não é fácil o uso de prótese,o treino…
      A AACD é referência no atendimento de crianças que precisam de órtese, prótese, adaptações…
      Você pode entrar em contato:

      http://www.aacd.org.br/

      Espero ter ajudado, se precisar de algo mais estou a disposição
      Saúde para você e sua família

  31. Eliana tudo bem,hojé já sou formada em Terapia Ocupacional e gostaria de saber onde posso está comprando o material para fazer ortese,no caso o melhor site para comprar termoplástico

    Obrigada Bjs…

    • Olá Andressa!
      Não sei te indicar o melhor local para compra desse material.
      Na próxima semana vou estar em contato com uma pessoa que trabalha só com órtese, depois desse encontro poderei te dar a informação que você deseja.
      Até lá!

      • Ok aguardo resposta…

  32. minha filha teve o quarto e quinto dedo amputados em uma bicleta, sera que tem protese ou cirurgia, poe onde começar?

    • Olá Monica!
      Primeira coisa é procurar um ortopedista ou fisiatra que ele vão fazer uma avaliação e dizer se existe a necessidade de protese, assim como, havendo necessidade irão te encaminhar para um profissional ou para uma clínica adequada.
      A AACD é o local que mais se indica porque além de ter os profissionais para fornecer a prótese, tem para ensinar a usa-la.
      Procura um médico para uma avaliação.
      Boa sorte!
      Qualquer dúvida estou a disposição.

  33. oi. meu marido teve uma amputação de mão e eu gostaria de saber qual a melhor maneira de comprar uma prótese. já pesquisei em vários sites e não encontro na minha cidade(belém). gostaria que alguém me indicasse alguns endereços. desde já agradeço.

    • Olá Sandra!
      Entrei em contato com uma amiga Terapeuta Ocupacional que reside em Belém.
      Ela me informou que a compra de prótese pelo SUS está suspensa, só particular.
      Você pode procura-la na UNAMA. É a universidade em que ela dá aula.
      Adquirir uma prótese não é simples, precisa de indicação, de orientação e treinamento para usar, de acompanhamento para evitar prejuízos funcionais e adaptar quando necessário.
      Ela poderá te dar essa assessoria.
      O nome dela é Ana Paula Girard -Professora e Terapeuta Ocupacional.
      Se mais alguém visando o blog tiver mais informação eu publico aqui.
      Espero ter ajudado.

  34. Aos interessados:

    Ol pessoal,
    A Fipe Usp está realizando uma pesquisa sobre o custo adicional da deficiência física, pesquisa encomendada pela Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
    Estamos recrutando, para semana que vem, participantes que possuam AUSÊNCIA DE MOBILIDADE NOS MEMBROS SUPERIORES, mas que tenham movimento normal nos membros inferiores.

    Obrigada.
    Aguardo retorno.
    Paula

    Atenção: Não me responsabilizo pelas informações prestadas acima, apenas publiquei o informe recebido.
    Caso alguém tenha interesse favor entrar em contato como Paula – FIPE USP
    Eliania Silva

  35. Onde que a FISIOTERAPIA ENTRA nesse caso ???? A terapia Ocupacional nao faz tudo isso sozinho. Nao esqueça disso.

    • Olá clarissa!
      Nenhum profissional faz tudo sozinho.
      Mas eu sou Terapeuta Ocupacional e aqui estou falando do que minha profissão pode fazer.
      Existem vários sites falando sobre o papel da fisio, da psicologia, fonoaudiologia..

  36. Boa Noite Eliana! Tudo bem? Gostaria de saber quais os livros que utilizou para este trabalho.
    Sou grauduanda do ultimo ano de Terapia Ocupacional e estou escrevendo minha monografia sobre amputacao de membro superior , se puder me ajudar, agradeco desde já.
    Atenciosamente , Suélen

  37. […] Amputados de membros superiores e Terapia Ocupacional | por Eliana Silva. […]

  38. Eliania, boa noite!
    O que você me diz sobre essa questão? Qual seria a resposta correta?

    -O número de amputados atendidos nos serviços de terapia ocupacional ainda é considerado significativo. A amputação
    abaixo da axila e próxima ao tendão do bíceps causa um prejuízo funcional manual importante, o qual pode ser representado
    pelo seguinte percentual:
    A) 90%. B) 95 – 100%. C) 90 – 95%. D) 100%. E) 50%.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 34 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: